domingo, 15 de julho de 2012

Águas do Jaboatão
Jaboatão Centro
Em um mundo necessitado de uma conscientização ambiental, cada vez mais urgente, se faz necessária uma atitude proativa de todos os que possam se engajar numa luta para salvar o que resta do meio ambiente. A humanidade está mais atenta às questões ambientais, que até então eram negligenciadas, á partir da Conferencia Rio+20 se pôde perceber a preocupação das nações com essas questões, mas apesar de tanta vontade da sociedade civil de mudar algo no tratamento com as questões ambientais, não houve um retorno esperado, por que ainda impera uma ideologia do progresso a qualquer custo em que não há espaço para se pensar um desenvolvimento sustentável.
Em Jaboatão com vários movimentos sociais engajados, com ampla participação da juventude, se propôs fazer algo para mudar o jeito de chamar a atenção para o descaso com o meio ambiente. Foi feito um pequeno vídeo para clamar ao estado e a sociedade civil, com a exigência de um posicionamento sobre um dos principais recursos cada vez mais disputado e sem o qual o ser humano não sobrevive, a água. O Rio Jaboatão que corta a cidade, sendo um dos principais e mais importantes Rios de Pernambuco, se encontra poluído na sua maior parte, pela falta de planejamento urbano e saneamento básico, onde nas suas margens se acumulam lixo, entulho e até dejetos, como é mostrado nesse pequeno documentário chamado “Águas do Jaboatão”. É necessário um projeto de revitalização do rio, replantio da mata ciliar, e uma política de conscientização dos moradores que vivem ao seu entorno, pois sem isso irão se acumular lixo gerando doenças e no período chuvoso, quando o volume do rio aumenta pode ocorrer enchentes, pois os canais e bueiros ficam obstruídos pelos entulhos acumulados. É preciso entender que se não houver uma conscientização da população através da prevenção, com alertas e informação, junto com uma ação do estado na questão do saneamento básico, o problema continuará negligenciado.
O vídeo desde sua produção até a apresentação, mostra que existe uma juventude que está interessada no que acontece na sua cidade, não sendo simplesmente amorfa e sem reação, assim existem realmente pessoas que querem mudar a situação e discutir os problemas que estão até o momento sem solução. Através dos movimentos sociais, como o MJPOP (Monitoramento Jovem de Políticas Públicas), Juventude Suassuna entre outros, a sociedade civil se organiza para reagir frente aos problemas que aparecem no ecossistema em que vivemos, sim ecossistema, pois tende-se a separar sociedade de natureza, como se fossem independentes, mais a verdade é que os seres humanos são também a própria natureza.  

Texto de Swellington Albuquerque Ribeiro Costa
        Estudante de Ciências Sociais-UFPE

0 comentários:

About Me

Seguidores